ANO LETIVO 2010 /2011

 Fevereiro  -  Luísa Ducla Soares

 

           Luísa Ducla Soares nasceu em Lisboa a 20 de Julho de 1939, e licenciou-se em Filologia Germânica.

         O seu primeiro livro de poesia data de 1970 e intitula-se Contrato. Publicou 45 obras infanto-juvenis.

         Recebeu o "Prémio Calouste Gulbenkian" para o melhor livro de literatura infantil no biénio 1984-1985 e o "Grande Prémio Calouste Gulbenkian" pelo conjunto da sua obra em 1996.

         Colaborou na página infantil do Diário Popular e na revista Rua Sésamo.

         As suas obras encontram-se traduzidas em diversos línguas, nomeadamente francês, catalão, basco e galego. 

 

 O JARDINEIRO

Na cidade
há um jardim
e no jardim um canteiro
e no meio do canteiro
está cavando o jardineiro.

A terra suja-lhe os pés,
rasgam-lhe rosas as mãos,
as dálias roçam-lhe a cara
quando se dobra para o chão.

Há um jardim na cidade
e no jardim um canteiro;
quem vê as flores que lá estão
não pensa no jardineiro.

 

A UNIÃO FAZ A FORÇA

 

Se todas as terras
se fossem juntar
mas que grande monte
iriam formar.

Se todas as águas
se fossem juntar
mas que grande mar
iriam formar.

Se os homens de paz
se fossem juntar
mas que grande exército
iriam formar.

E por sobre a terra
e por sobre o mar
então é que as guerras
iam acab
ar

 

QUANTO CUSTA

Ó senhr crescido,
quanto custa a lua?

Não custa dinheiro,
se quiseres é tua.

Ó senhor crescido,
e o sol é caro?

Não custa dinheiro
este sol tão claro.

Ó senhor crescido,
mas a Terra então?


Meu pai diz que a terra
custa um dinheirão
e eu vi no jornal
que um metro de terra
custa um conto e tal!

 

  Poderás ler outros poemas de Luísa Ducla Soares  seguindo o link :

 http://www.app.pt/nte/luisads/mentiraverdade.htm

 

Make a free website with Yola